Como não se estressar com nada

Entregas atrasadas, demandas de última hora, horas extras, execuções desnecessárias… quem nunca passou por isso durante o trabalho? Quem nunca pegou um baita dum engarramento bem na hora de voltar para casa - e ainda por cima com chuva?

E aquele estresse de contas a pagar no começo de ano (IPVA, IPTU, material escolar, revisão do carro, etc) que todo brasileiro tem? E aquele estresse adicional pra quem teve férias coletivas no fim do ano anterior, que deixaram o salário de janeiro e fevereiro menores?

O estresse é comum no dia a dia das pessoas.

O que é o estresse?

Segundo o site Vittude, o estresse é uma resposta do nosso organismo a um estímulo interno ou externo. Quando estamos estressados, nosso corpo supõe que está sob ameaça e libera hormônios e substâncias químicas como adrenalina, cortisol e norepinefrina para se preparar para a “suposta” ameaça.

O problema é que estamos ficando acostumados a sermos banhados por cortisol todos os dias. O estresse começa a se tornar comum e, quando vamos perceber, o copo transbordou. Surgem então doenças como síndrome do pânico, crise de ansiedade, cansaço, dores de cabeça, insônia e por aí vai.

Nesse post, você vai saber como minimizar o estresse na sua vida e até mesmo como eliminá-lo.

Entenda o que te causa estresse.

Verbalize para si mesmo ou escreva em um caderno quais são as situações que te trazem um maior estresse. Aprendendo a reconhecê-las você poderá criar estratégias para evitá-las ou até mesmo eliminá-las.

Conheça seus valores.

Você sabe no que acredita? Se isto está claro pra você significa que você fará suas próprias escolhas sem se sujeitar a pressões externas, de quem quer que seja.

Aprenda a dizer não.

Mostre o quão incomodado você está com certas situações. Muitas vezes, nossos estresses nascem da falta de dizer não. Mostre sua cara e o seu incômodo.

Se não pode evitar, adapte-se à situação.

Se uma situação que te causa estresse não pode ser evitada, pense em maneiras alternativas de lidar com a situação. Negocie atividades, dilua execucões, divida uma tarefa em vários passos, pense em outras maneiras de se fazer aquilo. Como já disse Charles Darwin, As espécies que sobrevivem não são as mais fortes, nem as mais inteligentes, mas sim aquelas que se adaptam melhor às mudanças.

Aprenda a não se importar.

A razão do seu estresse é realmente algo digna de sua preocupação? Você pode fazer algo a respeito? Questões mal resolvidas podem ser desgastantes ao longo do tempo, se não forem analisadas e refletidas. Como já disse no post sobre Estoicismo, devemos nos preocupar apenas com questões que podemos controlar. Se a situação é algo que você não tem controle, simplesmente ignore a situação.

Controle sua respiração.

Quando estamos passando por uma situação de estresse, nosso corpo começa a ficar rígido e nossa respiração acelera. Quando você se der conta que isso está acontecendo, tente parar o que está fazendo e comece a respirar de forma pausada e lenta. Inspire por 4 segundos, segure por mais 4 e solte por mais 4 segundos.

Faça exercícios

Fazer exercícios é um dos grandes antídotos do estresse. Depois de um dia estressante, vá fazer o exercício que você mais gosta. Mexa seu corpo, faça algum esforço físico.

Tenha lazer

Para diluirmos o estresse, nada melhor que fazer algo que você gosta para relaxar e descontrair. Seja jogos, filmes, música, sair, o que é não importa, mas sim o ato de você desligar do que te dá estresse.

Medite.

A meditação serve para te trazer clareza, tranquilidade à sua vida. Entenda o que te traz pânico, ansiedade ao mesmo tempo em que silencia todas as vozes do mundo em uma busca interna. Recomendo muito o aplicativo Calm que tem uma interface fácil de se interagir e instrutores fantásticos. Experimente!

Elimine o estresse da sua vida de qualquer forma. Não dê chance a ele: faça terapia, pratique esportes, tenha lazer, faça o que gosta. A vida e o universo são gigantescos e têm múltiplas possibilidades; não deixe o estresse deixar seus dias previsíveis e em preto e branco.