Foi hoje

Segundo li em algum lugar, o verdadeiro ofício é aquele em que você está sempre com uma sensação de débito com ele.  Desde pequeno tenho isso comigo e nunca levei esta sensação a sério. Resultado? Mentalmente me pergunto todos os dias: “será hoje?”.

Acabei descobrindo que escrever não é uma escolha; é pagar o fiado do bar todo mês só pelo prazer de beber sem pagar no mês seguinte.

Textos? Não há saída: devo lê-los, criá-los.

Portanto, sim, foi hoje que comecei a escrever por aqui.
Seja bem-vindo(a) às minhas crônicas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *